[ editar artigo]

Você cria conteúdos para internet? Saiba que seu público enxerga você como referência no português

Você cria conteúdos para internet? Saiba que seu público enxerga você como referência no português

Produzir conteúdos informativos e com frequência é um caminho excelente para o profissional que busca ser considerado uma autoridade no segmento em que atua.

Mas você sabia que, com o tempo, além de conquistar o reconhecimento do público, quem produz conteúdos passa a ser visto também como uma referência na escrita? Afinal, deduz-se que quem escreve com frequência costuma ler bastante e entende das regras do português.

Muitas vezes, no meu trabalho como redatora publicitária e revisora, vi - e ainda vejo - pessoas dizendo: “Ah!, eu uso a crase antes desse verbo* porque sempre acompanho os textos do Fulano, autoridade no assunto X, e ele escreve assim. Bom, se o cara tem doutorado e mestrado, com certeza ele está escrevendo certo!”

Percebeu a responsabilidade que a pessoa tem e às vezes nem imagina?

Agora faço duas perguntas para reflexão: você está correspondendo a essa imagem de quem escreve bem? Está ajudando as pessoas a usarem o português corretamente?

Independentemente de ter especialização em Marketing, doutorado em Psicologia, mestrado em Ciência e Tecnologia, ou seja lá o que for, você precisa se atualizar com as regras da língua portuguesa e prezar pela boa escrita, pois construir e manter uma imagem que passa credibilidade depende disso.

 

Mas por onde começar? Quais ferramentas usar?

Separei duas ferramentas que uso e uma que criei para ajudar você a escrever e se comunicar melhor com sua audiência, no ambiente de trabalho e nas relações pessoais.

 

1. VOLP

Vocabulário da Língua Portuguesa - VOLP - é a maior autoridade no assunto. Nele você não encontra os significados das palavras, mas aprende a grafia correta, se tem hífen ou não, se tem acento ou não, a classificação, o gênero etc.

Por exemplo: já presenciei em alguns almoços a discussão “o certo é O alface!”, “não, o certo é A alface”. Quando você pesquisa a palavra “alface” no VOLP, ele responde a sua busca com um “s.f.”, de substantivo feminino. Pronto! Isso encerra qualquer discussão. 😁

Além do site, você encontra a versão do VOLP em aplicativo para celular. 

 

2. Dicionário Michaelis on-line**

Você pode consultá-lo para saber a grafia correta das palavras, sua classificação, gênero, como fica a sua versão no plural e os seus significados. No caso dos verbos, você ainda aprende quando é um verbo transitivo direto, indireto, intransitivo... 

Um bocado de coisas para se preocupar, não é mesmo? Mas o Michaelis on-line apresenta várias frases de exemplo que vão ajudar muito.

Além do site, ele também está disponível no formato de aplicativo para celular. 

 

O VOLP e o Michaelis são indispensáveis para quem precisa se atualizar quanto às mudanças que a língua portuguesa teve em 2009, com o novo Acordo Ortográfico.

Por exemplo: se você pesquisar por “vôo” e “idéia”, ambos responderão suas buscas com “voo” e “ideia”, pois as duas palavras perderam o acento.

 

3. Perfil @qualeocerto no Instagram

Qual é o certo? é o projeto que criei para ajudar as pessoas que entendem a importância de escrever bem e querem desenvolver seu português.

Lá você encontra dicas relacionadas a termos e expressões comumente usados no dia a dia e que às vezes você nem sabe que está errando.

Exemplos: você sabia que usar “att.” como abreviação de “atenciosamente” está errado? Sabia que usar a palavra “mesmo” como pronome também está errado? 😮

Além do perfil no Instagram, o Qual é o certo? tem site, onde você pode pesquisar por palavras-chave e tags. Bem prático para fazer consultas.

 

Dica extra!

4. Dicionário Criativo

Outra ferramenta que uso bastante e contribui muito para melhorar a escrita é o Dicionário Criativo; um dicionário de sinônimos. Ele ajudará você com uma infinidade de inspirações para expandir seu vocabulário, evitando o uso de palavras repetidas em seus textos. Legal, né?

 

Eu sei que é bastante coisa para pensar, pesquisar e se atentar. 😅 Mas lembre-se de duas coisas:

1) A credibilidade da sua imagem depende do bom uso da língua portuguesa.

2) Como você inspira muitas pessoas com seus conteúdos, você tem a responsabilidade de ajudar a propagar o uso correto do português. 😉

E então, topa começar a utilizar essas ferramentas? Conte aqui nos comentários o que você achou das dicas. 😀

 

* Nunca se usa crase antes de verbo.

** A língua portuguesa acolheu a versão “on-line”, com hífen, como a versão oficial a ser usada em português.

COMUNIDADE EFEITO ORNA
Ler conteúdo completo
Indicados para você