[ editar artigo]

Suas escolhas te levam mais longe que suas habilidades

Suas escolhas te levam mais longe que suas habilidades

Vi essa frase um dia desses e fiquei praticamente o dia inteiro pensando no quão real ela é.

O turismo foi o curso que escolhi pra iniciar minha jornada, nele pude conhecer e desenvolver diversas habilidades, muitas que eu nem mesma conhecia e muitas que eu sabia que não eram minhas e o incrível é que elas mas não foram responsáveis por nem metade do que sou hoje com ser humana e como profissional.

Posso dizer sim que tenho uma carreira de sucesso e isso não tem nada a ver com o fato de eu ser ou não bem sucedida. Isso porque carreira de sucesso, pra mim, é quando estamos felizes com as tarefas que realizamos, é quando temos certeza de quem somos como profissionais e nos orgulhamos disso, quando temos a certeza que escolhemos o curso, a área e a profissão certa.

Nos preocupamos tanto em desenvolver nossas habilidades, em aprender outras novas, quando na verdade o ponto de partida pode estar nas escolhas que fazemos.

As habilidades nos complementam e podem sim ser responsáveis por grande parte das nossas vidas, mas as escolham nos fazem ir mais longe. Quer ver?

Minha primeira grande escolha

Estava no primeiro período da faculdade e queria muito entrar logo no mercado de trabalho, diferente da maioria dos meus colegas, mas não tinha nenhuma experiência comprovada em carteira, nunca havia trabalhado.

Depois de ficar sabendo do blog que eu tinha criado e acompanhar o conteúdo que eu publicava nele, a coordenadora do curso perguntou se eu aceitaria trabalhar com ela, mas sem contrato e sem remuneração nenhuma. Adivinha o que escolhi fazer? Aceitar, é claro!

Foi uma experiência curta, porém o suficiente pra me abrir a mente e as portas para o mercado de trabalho, depois dessa eu ainda fiz alguns outros trabalhos como voluntária em eventos por escolha minha, até consegui meu primeiro estágio remunerado.

Dica de artigo: 4 formas de ganhar experiência pra você que não tem (quase) nenhuma!

 

Minha segunda grande escolha

Quando finalmente decidi que a Vivenciando Turismo era algo que eu queria que fosse real, percebi que deveria abrir mão de determinadas coisas e situações na rotina que eu levava e isso incluía escolher entre me dedicar mais a minha carreira ou deixá-la um pouco frouxa e pensar no que iria dar só depois que eu recebesse meu diploma.

Obviamente escolhi por cuidar da minha carreira desde cedo, afinal eu tinha um propósito e um sonho para realizar. Foi então que minha rotina universitária e minha vida social começaram a ser focadas em meus objetivos e no meu propósito. Abri mão de viagens, de chopadas universitárias e outros momentos e oportunidades para viver aquilo que eu realmente queria e acreditava.

Com isso, consegui criar uma identidade visual para a Vivenciando Turismo, mudar o seu posicionamento, investir no conteúdo e estudar mais um pouco sobre marketing digital, além de conhecer melhor quem era o público que acessava o site.

E se não fosse por essa escolha eu talvez não teria dado a minha primeira palestra no ano passado, lá em Caxias do Sul, para estudantes de turismo da UCS.

Minha terceira grande escolha

Estava no último período da faculdade e queria muito termina-la empregada e não esperar receber o diploma para enviar currículos. Além disso, queria investir na pós em Marketing que eu já estava pesquisando e precisaria estar empregada para isso. Passei um mês inteiro me dedicando para que isso acontecesse, quando finalmente fui chamada para três entrevistas em uma semana só, passei nas três, mas obviamente que tive que escolher apenas uma e não me arrependo da decisão que tomei.

A primeira era pra trabalhar com conteúdo, a outra para o setor de Reservas em um hotel, mas escolhi trabalhar na Governança de um outro hotel cinco estrelas.

Entrei como estagiária, fui promovida, vivi experiências incríveis e um tanto assustadoras, mas consegui pagar a pós-graduação que tanto queria e sem me endividar.

 

Quantas vezes as escolhas que teve que tomar foram responsáveis pelo seu próximo passo?

Eu poderia ficar o dia inteiro contando pra vocês sobre diversas escolhas e decisões tomadas que foram decisivas na minha vida e sabe o que é mais curioso nisso udo? Nenhuma dessas escolhas envolviam as minhas habilidades, mas sim, o fato de eu ter tomado uma atitude, ter dado o primeiro passo. A maneira como eu enxerguei determinadas situações e o que eu fiz com isso depois.

Você pode até achar que sua carreira está dependendo de um pouco mais de capacitação, de desenvolver certas habilidades ou aprimorar as que já existem em você, quando muitas vezes o seu futuro depende unicamente das escolhas que você está fazendo pra sua vida.

As escolhas que tive podem não ter me levado pra tão longe, mas estão me levando para o caminho que desejo ir e é o suficiente pra mim.

Minha dica é que você faça escolhas de maneira consciente, que tenha plena consciência de que elas afetarão não só o seu hoje, como o seu futuro e que trarão consequências pra sua vida. Nossas habilidades podem sim nos render um emprego, uma promoção, mas nossas escolhas é que irão determinar o que quão longe poderemos ir com nossas habilidades.

A escolha é sua!

COMUNIDADE EFEITO ORNA
Danielle Jardim
Danielle Jardim Seguir

Na Vivenciando Turismo conto histórias de gente que faz a diferença. Com a Alma Turismóloga transformo a maneira de estudantes e turismólogos enxergarem a profissão. No Linkedin, compartilho experiências em atendimento, assistência e coordenação.

Ler matéria completa
Indicados para você