[ editar artigo]

Qual é o seu oceano azul?

Qual é o seu oceano azul?

Se você já leu algumas estratégias de negócios, provavelmente já se deparou com o conceito do "oceano azul", mas se nunca ouviu, irei explicar para que você comece a explorar o seu negócio de uma maneira que nunca explorou.

O conceito do "oceano azul" foi criado por Chan Kim e Renée Mauborgne no livro de mesmo nome para explicar o porquê ele é um dos pontos-chaves para você se destacar no que faz, já que o princípio do oceano azul é explorar uma área que ninguém explorou. Sendo também, a sua chance de ouro para ganhar destaque em meio a concorrência.

Mas você pode me questionar: "Isso é impossível na minha marca. Falo/vendo algo já saturada no mercado. Não tem mais o que explorar, o que fazer de diferente".  Tudo bem, a saturação de um produto ou serviço é bem possível, já que todos os dias pessoas criam algo diferente, ainda mais se for sobre um assunto que esteja bombando. Mas você percebe que o sentimento da saturação vem porque todo mundo está fazendo a mesma coisa? Será que se cada um tivesse escolhido caminhos totalmente opostos para falar sobre o mesmo tema, nós teríamos a impressão da saturação?

Vamos ao que interessa: O que você pode fazer para destacar a sua marca em meio a uma mercado saturado:

- Diminuir ainda mais o seu nicho. Por ex: se você tem um perfil no instagram que fala sobre viagens, será que você não pode ter um perfil que fala sobre os melhores destinos para mulheres brasileiras que viajam sozinhas? Percebe como afunilamos o nicho? Esse é só um exemplo, você pode criar um que realmente se identifique. Desta forma, você vai atrair uma audiência que se identifica mais com a sua forma de pensar, de produzir conteúdo, gerando o tão sonhado engajamento. O que é melhor: Falar com um público bem geral e grande, que não tem apenas você como referência, mas também, diversos outras pessoas e marcas que falam sobre o mesmo assunto, ou um público nichado, menor, mas que realmente se identifica e engaja com o que você transmite? Isso faz com que você se torne referência naquele assunto específico e ainda atrai mais pessoas que se identificam com a sua marca.

- Criatividade. Tudo bem, essa já é manjada. Precisamos de criatividade para qualquer tipo de criação, por isso o prefixo de criatividade e criação são iguais. Mas a criatividade aqui entra no que você pode oferecer a mais para a sua audiência comparada a sua concorrência. Ainda falando sobre o tópico viagens, em vez de você só postar fotos das suas viagens com edições legais e informações úteis, que tal começar a entrevistar alguém da sua audiência que foi para um lugar muito legal e compartilhar o que ela tem a dizer? Que tal indicar vídeos, filmes, documentários, livros e podcasts que falam sobre viagens para entreter a sua audiência durante a quarentena? Até porque não é apenas de #tbt que um perfil de viagem sobrevive.

- Estudar, pesquisar, buscar referências e inspirações SEMPRE! Você entende muito sobre um assunto, mas você não pode se dar por vencido(a) e sair produzindo conteúdo e vendendo algo que, de fato, você é muito bom, mas sem se atualizar constantemente. É a partir do seu repertório que você terá mais ideias para criar. Nenhuma ideia vem do nada (apesar de às vezes parecer), todas as ideias são criadas a partir de um conjunto de coisas que viu, ouviu e leu durante a sua trajetória. E quanto mais você busca entender, não só sobre aquele assunto específico, mas sobre muitos outros que, aparentemente, não tem nada a ver com o seu negócio, mais terá bagagem para criar algo legal. Voltando no exemplo do perfil de viagem: Você pode entender muito sobre vários destinos, mas você entende como funciona a alta do dólar? Sabe a história daquele pais? 

- E por último (em relação ao artigo, ainda há muito mais o que aprender sobre o conceito do "Oceano Azul"),  deixar claro para todos o porquê você é diferente da sua concorrência,  quais são os aspectos que te destacam, porquê o seu perfil no instagram chama tanto a atenção. Isso não precisa ser feito de uma maneira arrogante e com todas essas palavras, você pode mostrar/falar sobre isso de uma maneira mais implícita mas que fique clara para a sua audiência o porquê ela deveria dar mais atenção ao o que você tem a dizer e quais serão os benefícios nisso. 

Espero que tenha entendido o conceito do "Oceano Azul" e te instigo a pesquisar muito mais sobre o assunto, ler o livro e entender a importância dele em qualquer negócio. Até mesmo naqueles que você acha que nem estão tão saturados assim. Até porquê não dá pra ser pioneiro em algo e do nada ver surgir vários concorrentes como uma tsunami no oceano azul (pegaram o trocadilho?) e você ficar para trás, né? A Kodak é um exemplo disso.

Boa sorte no seu negócio e mergulhe nesse seu oceano azul porque o mar tá pra peixe para quem quer explorá-lo.

 

 

 

COMUNIDADE EFEITO ORNA
Ler matéria completa
Indicados para você