[ editar artigo]

Porque Madame Walker foi pioneira em branding pessoal

Porque Madame Walker foi pioneira em branding pessoal

O que você faria se descobrisse um produto milagroso, quisesse começar a vendê-lo e fosse humilhada pela dona dele? Muitas pessoas desistiriam, parariam de consumí-lo e pronto. Mas Sarah Breedlove resolveu criar o próprio império. E foi assim que uma mulher negra, filha de escravos recém-libertos, tornou-se a primeira mulher milionária por meios próprios dos EUA.

A jornada de empreendedorismo de Sarah

A nova minissérie da Netflix, “A vida e história de Madam C.J. Walker”, conta em quatro capítulos a impressionante — e ainda pouco conhecida — história de uma mulher que ergueu sua fortuna do zero. Quando descobriu uma doença no couro cabeludo, Sarah conheceu Annie Malone e seus produtos capilares milagrosos. Anos depois, casou-se com Charles Joseph Walker, tornando-se oficialmente “Madam” C. J. Walker. Em 1905, ela começou o próprio negócio com o Madam Walker’s Wonderful Hair Grower, com uma fórmula que hidratava e curava o couro cabeludo. Desde o começo de sua carreira, ela já doava parte dos seus lucros para fundações e espaços que ajudassem outras pessoas negras — característica sempre presente no seu negócio.

Em 1910, Walker já tinha uma fábrica, um salão de beleza e uma escola de treinamento, empregando milhares de pessoas. Sua filha mudou-se para Nova York e abriu outra filial por lá.

 

 

E se você está se perguntando: sim, a marca existe até hoje. Em 2016, a Sundial Brands, empresa de cuidados com a pele e cabelos, se uniu à Sephora para manter o nome de Walker vivo na indústria da beleza. Foram lançados novos produtos com ingredientes naturais para cuidar de diferentes tipos de cabelo. O CEO da Sundial se reuniu também com a trineta de Sarah, A’Lelia Bundles, que ajudou a definir o novo rumo sem deixar de lado o objetivo de atender às necessidades das clientes.

 

Como uma marca que começou literalmente de porta em porta se espalhou pelo mundo inteiro e continua no mercado após mais de 100 anos?

Porque o propósito nunca foi alterado. Sarah queria ajudar outras mulheres negras que, assim como ela, não encontravam produtos apropriados para o seu cabelo. Queria também dar a elas a oportunidade de fazerem seu próprio dinheiro, assim como ela fez. Ao final da sua vida, ela havia se estabelecido como pioneira do cuidado capilar negro moderno, era uma empresária de sucesso que começou do zero, e ainda inspirou muitas lutas pela comunidade negra.

Quem perguntava o segredo de seu sucesso ouvia: persistência, perseverança, fé, produtos de qualidade e negociações honestas. E, hoje em dia, quem empreende sabe que essas são características fundamentais para qualquer negócio se manter em pé. E elas, junto da vontade de ajudar mulheres tanto a se sentirem belas como a serem independentes, permearam toda a caminhada da marca. Foi o motivo de terem nascido e a razão por ainda existirem.

Então, nunca se esqueça do motivo pelo qual começou. Por quem você faz o seu produto, e por quê? Qual a sua paixão por trás da marca? É ela quem vai guiar o seu caminho e atrair clientes fiéis. É claro que não existe uma receita para o sucesso — mas essa chega bem perto.

“Não fique sentada esperando a oportunidade vir. Levante-se e crie ela.”

— Madam C. J. Walker
 

COMUNIDADE EFEITO ORNA
EFEITO ORNA
EFEITO ORNA Seguir

Metodologias transformadoras em gestão de marca, influência e empreendedorismo For smart people 👇CONHEÇA TODOS OS NOSSOS PRODUTOS E CANAIS https://instabio.cc/efeitoorna

Ler matéria completa
Indicados para você