[ editar artigo]

Nômade digital: quem são, como trabalham e onde vivem

Nômade digital: quem são, como trabalham e onde vivem

Nômade digital é um profissional que trabalha remotamente e, assim, não precisa estar fisicamente em uma empresa, cidade ou país em questão. Ele pode trabalhar em qualquer parte do mundo, desde que tenham uma boa conexão à internet.

No fim de 2018, resolvi dar um chega pra lá na minha rotina de casa – trabalho e vice-versa e aproveitei o black friday pra comprar uma passagem apenas de ida para Blumenau, uma cidade de Santa Catarina. E começava ali minha trajetória como nômade digital.

Viajei em dezembro de 2018 e, continuei a trabalhar como analista de mídia e performance na Gadioli. Era massa conhecer a cidade, subir uma campanha, tomar uma cerveja e voltar para as demandas.

Além da agência, aparecia um freela aqui e outro ali e, quando dei por mim, passaram-se 8 meses e tinha me transformado num nômade digital.

No Brasil, é um estilo de vida um tanto novo e muito romantizado pela mídia e os filtros de instagram, mas vou descrevê-lo com clareza e sincero. É uma vida nada normal, em que você trabalha de qualquer lugar: na praia, na montanha, no café ou em hostel, desde que tenha conexão à internet.

No meu caso, trabalho com marketing digital, a fim de aproximar empresas de novos clientes. Mas eu poderia ser um professor que dá aulas particulares. Um músico que ensina a tocar piano. Um nutricionista que dá consultorias. Um profissional que oferece mentorias. 

Não existem barreiras para se tornar um nômade digital. Neste artigo, escrevo meu primeiro texto sobre nomadismo digital. Há muitas maneiras de ter esse estilo de vida, seja trabalhando remotamente, seja como freelancer, ou até mesmo entrando em projetos sob demanda. A grande vantagem é a mobilidade e administração do seu tempo. A desvantagem é que começar nunca é tão simples e fácil assim. Mas eu vou ajudar dando umas dicas bem práticas! 

O que é o nômade digital?

É o profissional que trabalha remotamente, sendo capaz de exercer seu trabalho em qualquer parte do mundo. Alguns exemplos mais comuns de nômades são programadores, designers e redatores.

Você já deve ter percebido que a vida de um nômade digital consiste em dois pontos:

  1. Paixão por viagens;
  2. Possibilidade de trabalhar remotamente.

Ou seja, nós usamos a tecnologia a nosso favor, ganhando dinheiro com Internet, usando parte do nossos ganhos para viajar e aproveitar o tempo para conhecer lugares e culturas diferentes.

Vale ressaltar que nem todos que trabalham remotamente são nômades digitais. Eles também precisam da parte nômade. Também, os viajantes de longo prazo e que realizam trabalhos locais não são nômades digitais. Nesse ponto, falta a parte digital.

Além de tudo, é fundamental acabar com a crença de uma vez por todas: nômades digitais não trabalham na praia. O sol, o calor, a areia e a maresia tornam o trabalho com o notebook bem difícil. As fotos prestam somente para publicar no Instagram.

Os nômades digitais trabalham com o que?

Uma das grandes vantagens dos nômades digitais é que eles podem trabalhar praticamente com tudo. Apesar de trabalhos como redação, design e marketing digital serem caminhos potenciais, não existe uma profissão específica para o nômade digital. Como disse na abertura do texto, eu sou um publicitário, mas poderia ser um cozinheiro que deseja dar aulas de como cozinhar ou um estilista que dá consultorias online. Há várias profissões que permitem a possibilidade do trabalho nômade, isso inclui profissões como:

  • fotógrafos
  • músicos
  • palestrantes
  • professores
  • treinadores
  • blogueiros

De maneira simples, um nômade digital é qualquer profissional que consiga trabalhar de diferentes partes do mundo, apenas tendo um computador (conheci pessoas que trabalhavam com um tablet/smartphone) e uma conexão com a internet (acredite, muita gente trabalha usando a internet do Starbucks, eu sou um deles).

Graças a serviços de chamada de vídeo e mensagens instantâneas, como o Skype, Zoom, Hangouts e o WhatsApp, permitem que você não precise estar presencialmente em um espaço físico para gerenciar um negócio e atender seus clientes.

Onde vivem os nômades digitais?

O nômade digital pode viver em qualquer lugar do mundo. Posso estar no Chile, França, Vietnã, Brasil e cidades que fazem parte desses países. Contanto que eu tenha boa conexão à internet, o lugar é de menos.

Porém, alguns lugares são mais amigáveis para receber os nômades digitais por várias motivos: vida barata, boa infraestrutura, internet rápida e outras questões pesam na escolha.

Se você observar bem, hoje, países como os Estados Unidos e Brasil já estão de olho nessa mudança, tanto que o número de coworkings ou Starbucks tem crescido nesses lugares nos últimos anos.

Coworkings ou Starbucks são ótimas opções de espaços para trabalhar, realizar reuniões profissionais e fazer networking. São ambientes que recebem dezenas de profissionais remotos, que estão ali, muitas vezes, apenas de passagem e precisam concluir uma demanda.

E por aí vai. Usando a sua criatividade e a internet como aliada, por que não aproveitar seu conhecimento para ganhar dinheiro e ao mesmo tempo explorar o lugar que você sempre quis conhecer? O limite é o céu!

E você, gostou de saber o que são nômades digitais? Deu vontade de se tornar um? Deixe a sua opinião nos comentários e vamos bater um papo sobre o assunto!

COMUNIDADE EFEITO ORNA
Tiago Tins
Tiago Tins Seguir

Acredito que podemos melhorar a vida das pessoas através do marketing digital com projetos de branding e tendências de mercado baseados em dados analíticos que podem ajudar a implementar novos produtos e serviços para mercados que ainda não existe.

Ler matéria completa
Indicados para você