[ editar artigo]

Não seja a última bolacha do Pacote – Invista em Marca Pessoal

Não seja a última bolacha do Pacote – Invista em Marca Pessoal

 

Resumo: Neste artigo você saberá quais são os reais benefícios de investir em Marca Pessoal e eu vou te mostrar porque você precisa começar a fazer a gestão da sua marca pessoal hoje mesmo.

 

  • Você sente que as vezes é a última pessoa a ser chamada e lembrada para os eventos profissionais, reuniões em família e de amigos?
  • As oportunidades profissionais dificilmente batem à sua porta?
  • A sua reputação profissional está tão fragilizada e sensível assim como a última bolacha do pacote?

Se você disse sim para alguma dessas perguntas, você precisa investir em marca pessoal e eu vou te contar por quê.

Certo dia, conversando com meu irmão e ouvindo atenciosamente o que ele estava me falando, eu soltei a seguinte expressão:

_“Com isso que você está me contado, você tá se achando a última bolacha do pacote né?”

 E ele me respondeu com a seguinte frase:

_ “Eu não sou a último bolacha do pacote. A última bolacha geralmente vem quebrada. Eu tô me achando como a primeira, que é sempre a mais desejada.”

 Na hora dei muita risada e logo mudamos de assunto.

O fato é que essa frase que meu irmão me disse há uns 6 anos, meio que no improviso e para me dar uma “respostinha sacana”, volta e meia volta à tona na minha cabeça e, ao refletir sobre ela, hoje quero comparar o que a “última bolacha do pacote” tem a ver com Marca Pessoal e por que você deve começar a investir em Personal Branding.

 

Por que investir em Personal Branding?

Existem sete bilhões de pessoas no mundo, o que reflete diretamente na maneira como você lida com a Gestão da sua Marca Pessoal para ser visto, lembrado e se diferenciar no meio da multidão.

Além do fato de que a entrada de uma nova geração no mercado de trabalho -  a geração Millenniuns (nascidos entre os anos 80 até início de 2000) -  com outros anseios e visões, mudou a nossa forma de lidar com a carreira e a vida profissional.

Aprendemos a questionar mais o sentido do trabalho, estamos vendo novas formas de negócios e carreiras surgindo e com isso torna-se necessário você entender a regra desse novo jogo, se quiser empreender nos dias de hoje.

E a pergunta é: Como se diferenciar e conectar com seu público de maneira mais humana e autêntica, além de crescer a sua rede de contatos e aumentar o valor percebido da sua marca pessoal?

A regra do jogo então é fazer com que o seu nome se torne uma marca reconhecida, admirada, influente e monetizável.

Pois não adianta você ter um propósito de vida se não souber o que fazer com essa informação.

É necessário então, ter uma estratégia para que além de executá-la, você possa vende-la através da sua Marca Pessoal.

Por isso é importante você saber como transmitir a sua mensagem de forma correta (de acordo com aquilo que você acredita) e que ela seja entendida pelo outro da mesma forma.

É necessário você sempre considerar o olhar do outro. A percepção que ele tem sobre você e como você pode se encaixar na vida dele de alguma forma.

Porque quem de fato consome seus conteúdos, produtos e serviços são seus seguidores, clientes e o seu público alvo em geral.

Pergunte sempre a si mesmo: O que você quer que essa pessoa sinta ao entrar em contato com você?

De acordo com Arthur Bender – especialista em estratégias de marca, “a grande meta é diferenciar a sua marca em meio à avalanche de profissionais do seu segmento tentando gravá-la de forma relevante na mente do seu público”. (pág. 135)

Por isso você precisa trabalhar o seu autoconhecimento, entender o ambiente que você está inserido, traçar uma estratégia para se posicionar no mercado e, então posicionar a sua Marca Pessoal.

 Em outras palavras, você precisa investir primeiro em Personal Branding para inspirar confiança, atrair conexão com o seu público para então, transmitir credibilidade e ganhar reconhecimento profissional.

 

Como construir meu Personal Branding?

Marca Pessoal não se constrói da noite para o dia e também não é como escrever um livro com início, meio e fim.

A palavra Branding está no infinitivo porque não tem um vínculo com o tempo verbal, passado ou futuro, ela está acontecendo.

Portanto sua Marca Pessoal é como um livro que sempre terá novos capítulos, enquanto você existir na face da terra.

E isso é muito bom! Porque você pode mudar a sua rota sempre que perceber que a estratégia não está funcionando do jeito que você gostaria.

O que não significa que você precisa mudar a sua Identidade Marca cada segundo, e sim a sua Imagem de Marca.

Identidade de Marca (visão interna): Está relacionada às características da sua marca pessoal. São aspectos da sua personalidade, suas crenças, histórias de vida, seus valores, seus propósitos, etc.

Já a Imagem de Marca (visão externa): É a percepção que os outros estão tendo sobre a sua Identidade de Marca, ou seja, como as pessoas te veem e como elas acham que você.

O objetivo de entender a diferença entre Identidade Marca vs Imagem de Marca é que  você pode, a qualquer momento, corrigir os sinais que está emitindo para diminuir a distância entre o idealizado por você e o percebido pelos outros.

Imagem de Marca é pura percepção do outro, pois é ele quem determinará o seu valor de mercado. E construir uma reputação só faz sentido se tiver o olhar do outro sobre você.

 

O que é Branding?

Branding (marca em inglês) é tendência em 2020, de acordo com Neil Patel, um dos principais influenciadores do mundo no que diz respeito ao marketing online.

Se antes o marketing pessoal era uma estratégia utilizada para você saber se vender, agora é sobre como espalhar a sua mensagem.

E fazer a gestão do seu Branding Pessoal é primordial em tempos de conectividade, antes mesmo de você sair anunciando às pessoas que tem um produto ou serviço para oferecer.

As pessoas pagam caro por uma bolsa Chanel, às vezes não pelo produto em si, mas porque gostam do valor percebido que a Mademoiselle Coco Chanel criou para sua marca de moda.

 Kylie Jenner, uma das irmãs Kardashians, lançou uma empresa de cosméticos avaliada em bilhões de dólares por causa da sua marca pessoal, de acordo com a revista Forbes. Seus produtos não são revolucionários a ponto de valer tudo isso, mas o nome dela atribuído a marca é que é o grande diferencial.

Podemos perceber, com esses dois exemplos, que as pessoas muitas vezes optam por comprar um determinado produto, não pelo produto em si,  mas sim pelo valor percebido que  aquela marca tem a oferecer.

Sendo assim, a definição de Personal Branding para mim, nada mais é do que “Como a sua Marca Pessoal está sendo lembrada pelas pessoas”.

Então, Personal Branding é a construção da sua imagem pessoal que vai te ajudar a transmitir uma mensagem adequada, de acordo com a sua Identidade de Marca, para criar a sua reputação.

E tem como objetivo aumentar o valor percebido da sua Marca Pessoal para te ajudar a vender produtos, serviços, ideias e sonhos que beneficiem e ajudem o seu público.

Entendeu agora porque você também não deve querer ser a último bolacha do pacote?

Por que além da possibilidade dela vir quebrada, eu tenho certeza que a partir de agora, você não vai querer ser última pessoa a ser lembrada pelos seus amigos, familiares e muito menos pelo seu público.

Afinal, não dá para perder dinheiro, simplesmente porque você não está sendo lembrado.

Construa uma Marca Pessoal forte e destaque sua carreira.

E lembre-se: A primeira bolacha é a mais desejada, portanto o pacote inteiro vale muito mais do que uma única bolacha quebrada.

Pense nisso.

 

Gostou? Eu fiz uma palestra com esse tema, para assistir clique no link: https://www.instagram.com/tv/CBT_dpzFo0K/

 

Fontes:

https://neilpatel.com/br/blog/tendencias-de-marketing-para-2020/

Bender, Arthur. Personal Branding : Construindo sua Marca Pessoal. São Paulo: Integrare Editora, 2009.

COMUNIDADE EFEITO ORNA
Monique Bordin
Monique Bordin Seguir

Monique Bordin é Designer de Moda por paixão, empreendedora por opção e Personal Brander por missão! "Assim como eu tenho construído minha marca pessoal e estou conseguindo impulsionar os meus negócios, eu quero dividir contigo, todas as estratégias

Ler conteúdo completo
Indicados para você