[ editar artigo]

Case: Micro gestão e Chocolates Artesanais

Case:  Micro gestão e Chocolates Artesanais

 

As ferramentas de gestão apresentam inúmeros benefícios para microempreendedores, como: simplificação de processos internos, facilitação no planejamento de novos produtos e campanha de marketing, padronização das etapas e controle das ações. Isso proporciona agilidade, alta performance e boas práticas estratégicas. 

Recentemente, eu participei do projeto de desenvolvimento de  ovos de páscoa artesanais para a loja online da minha prima. Quais foram as estratégias utilizadas? Como isso deu certo a 600 km de distância?  Quais foram os problemas? 

 Ferramentas adequadas, padronização, organização e comunicação foram os principais segredos para uma micro gestão eficiente e um projeto executivo de sucesso, já que com pouco recurso disponível, eu também fiquei responsável pela campanha de marketing no Instagram

As etapas percorridas para a criação do novo produto foram :  (1) pesquisa de mercado, (2) Portfólio de produtos, (3) Comunicação/Divulgação, (4)Vendas e (5) Pesquisa de Satisfação. Em casa etapa, lições aprendidas e diversos insights permitiram o melhor alinhamento para a próxima etapa.  E qual foi o objetivo de cada etapa?

 

1) Pesquisa de Mercado:   conhecer o público-alvo, selecionar as principais características do  produto ( tipo de chocolate, recheios e tamanho) e decidir sobre a campanha de marketing.

2) Portfólio de Produtos: definir os produtos, embalagens e esboçar a campanha de marketing para apresentar aos potenciais clientes. Nessa etapa, a adição de elementos como novas cores para o reposicionamento da marca , elementos ( como: diamante) para identificar a marca  ajudaram a criar uma melhor experiência para os clientes. 

3) Comunicação: engajar amigos sobre a marca e divulgar os produtos no Whatsapp e Instagram. E, quando necessário, em grupos do Facebook.

4) Vendas: colocar os produtos nas embalagens, garantir a  entrega/retirada dos produtos e analisar os dados de vendas.

5) Pós-Venda: análise de dados e receber feedback dos clientes.

Durante as encomendas,  alguns problemas  relacionados com o fornecimento de etiquetas, embalagens, custo médio elevado de matéria-prima e pedidos de última hora causaram  alguns transtornos, mas nada que prejudicasse a marca. 

O Pós-Venda foi dividido em duas etapas: análise de dados e experiência com o cliente para a tomada de decisão estratégica sobre os produtos. 

 A análise de dados de Vendas foi realizada utilizando três ferramentas com foco na melhoria contínua do negócio: 

1) Estatística Descritiva: cálculo de média, moda, mediana e valores máximos e mínimos para avaliar o comportamento do consumidor e escolher o melhor produto/preço de venda com base na MODA  ( valor que mais se repete) e Média para os próximos lançamentos.

2) Curva ABC: ferramenta utilizada para selecionar os itens de maior custo de matéria-prima, baseando-se na regra 80-20, ou seja, 20 % de sua matéria-prima é responsável por 80 % de seus custos. Essa ferramenta é de extrema importância, pois, exibe quais os insumos deve-se buscar menor preço na próxima compra.

3) Matriz BCG: ferramenta estratégica para avaliar como o produto se posicionou no mercado e qual deles vai ser retirado, mantido ou investido no portfólio. 

Mas, afinal, quais foram os resultados? Um resumo do uso dessas ferramentas é exibido na imagem a seguir.

Na análise de estatística descritiva, o valor numérico MODA foi usado como referência para escolher o tamanho e o preço do chocolate artesanal a ser mantido no portfólio de produtos para as próximas datas comemorativas. Além disso, a MÉDIA serviu como base para  precificar novos produtos, como: bolos artesanais.

A curva ABC ajudou a encontrar os 8 insumos "pesados" no orçamento e forneceu um direcionamento para a tomada de decisão da empreendedora  na compra de matéria-prima.

E, por fim, a matriz BCG  ajudou a escolher o produto que sairia do portfólio em função do baixo crescimento, baixa participação no mercado e dificuldade de encontrar os insumos necessários para o recheio. Além disso, essa ferramenta permitiu verificar "o sabor líder" e "o sabor com potencial de crescimento" facilitando a estratégia de marketing, precificação e  modificação do portfólio das próximas encomendas. 

Essas três ferramentas foram fundamentais para a tomada de decisão e melhorias no e-commerce para as próximas datas comemorativas.

No Pós-Venda, a experiência do cliente foi mensurada por meio de pesquisa de satisfação com aproveitamento acima de 80 % e apontamento de pontos de melhoria nas embalagens e preço de venda. Os clientes relataram sua experiência em depoimentos via WhatsApp, sugestões e comentários nas redes sociais demonstrando um retorno positivo sobre as vendas na páscoa. 

Esse case foi interessante para validar caminhos estratégicos e conhecer as ferramentas de gestão aplicáveis na fabricação e venda de chocolates artesanais online, destacando a importância da micro gestão para empreendedores. 

E, você, já usou alguma dessas ferramentas? Quais foram os benefícios?

 

 

 

 

 

COMUNIDADE EFEITO ORNA
Raiza Nascimento
Raiza Nascimento Seguir

Formação acadêmica e experiência em Engenharia Química | Apaixonada por educação, desenvolvimento de produtos e empreendedorismo.

Ler matéria completa
Indicados para você