[ editar artigo]

A força das marcas pessoais no TikTok

A força das marcas pessoais no TikTok

Mesmo antes da pandemia levar a um aumento significativo no consumo de conteúdo digital, o aplicativo TikTok já vinha tendo um crescimento notável entre as redes sociais. Com a proposta de vídeos curtos e dinâmicos, ele acaba reunindo diferentes tipos de produtores de conteúdo: comediantes, dançarinos, fãs de cultura pop, usuários sempre prontos para um desafio... E nesse meio, muitos profissionais viram a chance de divulgar seu trabalho de uma maneira irreverente e divertida.

O instituto de dados digitais App Annie mostrou a força dessa tendência já no fim de 2018, quando o TikTok ficou na quarta colocação do Top 10 de aplicativos mais baixados do mundo — na frente do Instagram e o Snapchat. Desde lá, ele cresceu ainda mais, e hoje em dia já é bem difundido no Brasil entre o público jovem. Então não é preciso dizer que vale a pena analisar a necessidade da sua marca em estar lá.

Entretanto, pela sua característica de vídeos "caseiros" e espontâneos, lá não e só lugar para os gigantes do marketing: pequenos empreendedores e pessoas investindo em suas marcas pessoais são quem mais se dão bem por lá. Famosos se conectam ao seu público ao entrar nos desafios que viralizam no app (como Larissa Manoela, Kelly Key e Whindersson Nunes), ou então usam da plataforma para criar os seus próprios. A Luísa Mell, conhecida por seu ativismo em prol da adoção de animais, lançou um desafio em parceria com a plataforma, com hashtag e sticker personalizados para que os usuários contassem suas próprias histórias. Em 24 horas, as visualizações já somavam mais de 9 milhões.

O formato de vídeos também facilita o compartilhamento de conteúdo que valoriza o trabalho de profissionais autônomos, como maquiadoras com dicas práticas para o dia a dia, pintores que mostram um pouco do seu processo (lembra lá no curso do Instagram Skills quando a gente falou da importância de mostrar seus bastidores?) ou influenciadoras que aproveitam para usar o próprio produto. O mais legal é que você não precisa ser profissional em edição de vídeos, porque a plataforma não vive de produtos com produção cara; você usa os recursos do próprio app de forma fácil e rápida, e o vídeo está pronto para viralizar.

Profissionais de diferentes áreas mostram que não há apenas um tipo de conteúdo que pode ter sucesso. Veja alguns perfis que separamos aqui:

  • A Isadora Paulinich é consultora de imagem e mostra parte do seu processo de trabalho, como a famosa escolha das cores que combinam com cada cliente específica. Isso agrega valor ao seu conhecimento e mostra a diferença que o trabalho dela faz, com um conteúdo que diverte e viraliza.

  • Empresário do ramo imobiliário, Ricardo Martins leva seu conteúdo para o lado inspiracional ao mostrar casas e ambientes diferenciados, além de também reproduzir os desafios de humor dentro desses locais.

  • A página Torao Design conta em vídeos quais foram os conceitos do design por trás da criação de alguns dos seus ambientes, dá dicas rápidas de decoração e mostra o antes e depois de cômodos trabalhados.

  • Já a Camila Amaral usa as roupas da própria marca para dar dicas de composição de looks e formas diferentes de olhar para peças básicas. Super prático quando os “ingredientes” para você seguir o passo a passo estão à venda no link da bio, né?

  • A colaboração que a gente prega aqui no EFEITO também inspirou a DBL Jewelry. A jovem Leann começou a compartilhar bastidores das jóias que faz e vende online, e acabou explodindo na rede. Ela já tem mais de um milhão de seguidores, e recentemente teve todos os produtos de sua loja esgotados! Mas ela não parou por aí: para inspirar outros empresários, ela começou também a dar dicas de produção e marketing, como instruções para embalar e despachar encomendas ou como montar seu próprio site.

  • A Luiza já morou nos EUA e usa seu ensinamentos pra dar dicas rápidas para quem quer aprender inglês, curiosidades sobre diferenças culturais e até explicação de letras de músicas famosas.

  • A Gabriela Bez ensina exercícios de yoga que podem ser feitos em casa. Super prático em tempos de quarentena!

  • O Valmir Sales é apaixonado por plantas e ensina de tudo pra quem quer cultivar o seu jardim: como fazer compostagem, cuidados específicos para cada tipo de planta, como fazer inseticida caseiro e outras curiosidades.

  • Já o Jordi Koalitic mostra os bastidores das fotos incríveis que ele tira, valorizando as próprias técnicas e ainda repassando o conhecimento para interessados na área.

  • A Dentista Musical compartilha as técnicas e brincadeiras que usa para atender crianças, tirando alguns dos preconceitos da área e tornando esse momento simples e divertido. Ela se adapta ao canal com desafios e brincadeiras que também despertam a atenção dos seus seguidores.

  • Apesar do Dennis DJ só estar ganhando fama e reconhecimento agora, ele é autor de vários funks "clássicos". E usou o TikTok pra mostrar isso com os famosos desafios de "check" - nesse caso das suas próprias músicas. Além de fortalecer sua marca, gerou conteúdo para os fãs usarem também!

Repare que, nesses casos que a gente mostrou, não deixa de existir uma unidade de linguagem, estilo visual, padrão de fontes, cores, etc. Por mais informal e descontraído que o ambiente seja, você ainda é uma marca, e deve replicar todas as suas diretrizes aqui também.

Será que devo levar minha marca para o TikTok?

A primeira coisa a levar em conta é se o seu público está nesse app, porque os usuários do TikTok são uma fatia segmentada. O público é majoritariamente adolescente, e busca por humor e entretenimento. Portanto, avalie se é para essas pessoas que você quer se mostrar e se os valores da sua marca permitem que ela se comunique dessa maneira. O mais importante é se lembrar que você deve se adaptar à linguagem e às particularidades dessa rede, e se ao fazer isso você mantiver uma coesão na sua comunicação e nos seus propósitos, então esse investimento vale a pena. Entretanto, se você gosta de estar à frente, lançar tendências e influenciar comportamentos, mesmo que seu público não esteja lá, você pode educá-lo para estar. Públicos de outras idades estão cada vez mais presentes na plataforma. Se você tem uma ideia criativa de como apresentar sua marca, faça sem medo. E lembre-se do segredo: ajude pessoas, explore o humor e lance seus desafios.

Mostre que sabe conversar com seu público, que conhece seus gostos e pode entregar o que ele precisa, mesmo numa rede social onde ele talvez não esperaria sua presença.

Lembre-se: devemos estar onde está a atenção das pessoas. E agora, ela está no TikTok!

E conte pra gente aqui os comentários: você acha que sua marca funcionaria no TikTok? Que tal testar?

COMUNIDADE EFEITO ORNA
EFEITO ORNA
EFEITO ORNA Seguir

Metodologias transformadoras em gestão de marca, influência e empreendedorismo For smart people 👇CONHEÇA TODOS OS NOSSOS PRODUTOS E CANAIS https://instabio.cc/efeitoorna

Ler conteúdo completo
Indicados para você